Bem-vindo ao Centro Islâmico Brasileiro - Últimos Artigos: Uma perspectiva filosófica sobre a singularidade do Alcorão - Tema a Deus onde quer que esteja - Deus & os limites da imaginação humana - Capítulo 3, Aali-Imran (A Família de Imran) (parte 2 de 3) - Capítulo 3, Aali-Imran (A Família de Imran) (parte 1 de 3) - Capítulo 7, Al-A’raaf (Os Cimos) (parte 3 de 3) - Capítulo 6, Al-An’am (O Gado) (parte 3 de 3) - Capítulo 7, Al-A’raaf (Os Cimos) (parte 2 de 3) - Capítulo 7, Al-A’raaf (Os Cimos) (parte 1 de 3) - Capítulo 6, Al-An’am (O Gado) (parte 2 de 3) - Capítulo 6, Al-An’am (O Gado) (parte 1 de 3) - Muhammad & o último dos monoteístas - Sorriso, raiva e consciência plena no Islã (parte 3 de 3) - A cobiça vos entreterá - Confie em Deus e não desista -
Este site tem por objetivo divulgar o Islam, seguindo a Ahlus Sunnah wal Jama'a (Seguidores da Sunnah e a Comunidade), o Islam em sua mais pura forma, o Islam que foi ensinado pelo nosso querido Profeta Muhammad (s.a.w.s) e seguido pelos seus Nobres Companheiros (Sahaba).


Ouça o Alcorão
Já está disponível em nosso
site o "Nobre Alcorão e seus
Significados em Português"
saiba mais



Leia o Alcorão
Agora além de poder ouvir a
bela recitação do Alcorão,
você também pode ler,...
saiba mais



Du'as - Súplicas
Aprenda como recitar de maneira correta os du'as (suplicas) em arabe saiba mais


Biblioteca Islâmica
"A teoria da evolução foi
tratada em capítulo à parte,
pelo fato de que constitui a
base de todas..." saiba mais



Assine nosso Jornal
Assine nosso Jornal Islâmico Online e receba no seu email as últimas atualizações do nosso site saiba mais



Perguntas e Respostas
Sinta-se à vontade para tirar todas suas dúvidas referente ao islam, alcorão, profeta mohammad, saiba mais



Civilização Islâmica
Dentro de poucos anos do crescimento do Islam no mundo, grandes civilizações floresceram saiba mais


Convertidos ao Islam

Nesta seção você conhecerá a história de pessoas que descobriram no Islam a Luz para as suas vidas. saiba mais

7 Respostas sobre o Islam
Clique aqui para retornar às Categorias de Artigos

Enquanto outras comunidades religiosas afirmam crer em um Deus Único, com o passar do tempo algumas idéias depravadas penetraram em suas práticas e crenças fazendo com que se distanciassem do monoteísmo puro e sincero transmitido pelos profetas. Algumas pessoas tomaram seus profetas e santos como intercessores junto a Deus Todo-Poderoso. Alguns ainda acreditavam que seus profetas eram manifestações de Deus, “Deus Encarnado” ou o “Filho de Deus”. Todos esses equívocos conceituais levaram a adoração de seres criados em lugar do Criador, e contribuíram com a pratica da idolatria acreditando que é possível aproximar-se de Deus, o Todo-Poderoso através de intermediários. Para proteger seus seguidores dessas falsidades, o Profeta Muhammad, que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele, ressaltou que ele era apenas um homem com a missão de pregar e obedecer à mensagem de Allah. Ensinou os muçulmanos para se referir a ele como “o Mensageiro e Servo de Deus”. Ao longo de sua vida e seus ensinamentos, Allah fez de Muhammad, que a paz e bênçãos de Allah estejam com ele, o exemplo perfeito para toda a humanidade - foi um exemplo de um profeta, estadista, líder militar, governante, professor, vizinho, marido, pai e amigo. Ao contrário dos outros profetas e mensageiros, o Profeta Muhammad, que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele, viveu até a plena luz da história e todas as suas palavras e ações foram cuidadosamente registradas e preservadas. Os muçulmanos não necessitam simplesmente ter “fé” que ele existiu ou que seus ensinamentos foram preservados, senão que possuem o conhecimento através da ciência e da história que isso realmente aconteceu. Allah protegeu a mensagem revelada a Muhammad evitando assim que ela fosse distorcida, perdida ou esquecida. Isso foi necessário porque Allah prometeu que Muhammad, que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele, seria o último mensageiro para a humanidade. Todos os mensageiros de Allah divulgaram a mensagem do Islam - ou seja, a livre submissão e entrega as leis de Allah e a adoração a um Deus Único- porém Muhammad, que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele, é o último profeta que trouxe a mensagem final e completa não sendo esta alterada até o Último Dia.

5. Quais são os ensinamentos do Islam?

A base da fé islâmica é a crença absoluta no monoteísmo (a Unicidade de Deus). Isto significa acreditar que existe somente um Criador e Sustentador de todo o universo, e que nada é divino ou digno de ser adoração, exceto Ele. Certamente, acreditar na Unicidade de Deus significa muito mais do que simplesmente acreditar que existe “um só Deus” em vez de dois, três ou quatro divindades. Existem muitas religiões que afirmam crer em Deus” e a existência de um único Criador e Sustentador do universo, mas o verdadeiro monoteísmo é acreditar apenas em Uma Verdadeira Divindade que deve ser adorada de acordo com a revelação de que Ele enviou atráves de Seu Mensageiro. O Islam também rejeita o uso de qualquer intermediários entre Deus e o homem, insistindo que as pessoas se aproximem diretamente a Deus e reserve para Ele todas as expressões de culto e devoção. Os muçulmanos também acreditam que Deus Todo-Poderoso é Compassivo, Misericordioso e Piedoso.

Um erro muito comum é dizer que Deus não pode perdoar diretamente Suas criaturas. Ao exagerar o peso e aocastigo do pecado afirmando que Deus não pode perdoar o homem diretamente, as pessoas estão subestimando a Misericórdia de Deus. Quando estão convencidos de que eles não podem se aproximar de Deus diretamente, se voltam para falsas divindades ou ajudantes como por exemplo, heróis, líderes políticos, sábios, santos e anjos. Muitas vezes vemos pessoas que adoram, rezam ou buscam a intercessão dessas divindades falsas, as quais nem são consideradas um “deus”. Dizem que acreditam em um Único Deus Supremo, mas também rezam e adoram a outros apenas para se aproximar de Deus. No Islam, existe uma clara distinção entre o Criador e a criatura. Não há nenhum mistério ou ambigüidades a respeito da divindade: Nada que seja criado merece ser adorado, somente Allah, o Criador, é digno de ser adorado. Algumas religiões acreditam erroneamente que Deus é parte de Sua criação, e isso fez com que as pessoas acreditem que podem venerar qualquer coisa criada afim de chegar ao Criador.

Os muçulmanos acreditam que Deus é Único e Exaltado estando além da compreensão de qualquer especulação, que definitivamente não tem parceiros, companheiros, amigos, adversários ou descendentes. Segundo a crença muçulmana, Allah “não gerou nem foi gerado” - nem mesmo literalmente, alegoricamente, metaforicamente, física ou metafisicamente. Ele é absolutamente Único e Eterno. Tem o controle de tudo sendo perfeitamente capaz de conceder Sua infinita Misericórdia e Seu infinito Perdão a quem Ele deseja. É por isso que Allah também é chamado de Todo-Poderoso, Compassivo, Misericordiosíssimo. Allah criou o Universo para o homem, e como tal quer o melhor para todos os seres humanos.

Os muçulmanos vêem tudo no Universo como um sinal da Criação e Compaixão de Allah Todo-Poderoso. Além disso, a crença na Unicidade de Deus não é meramente um conceito metafísico. É uma crença dinâmica que afeta nossa visão da humanidade, da sociedade e todos os aspectos da vida prática. Uma conseqüência lógica da crença islâmica na Unicidade de Allah, é a sua crença na igualdade dos homens.

6. O que é o Alcorão?

O Alcorão é a revelação definitiva de Allah para toda a humanidade, ele é a palavra de Allah, o Altíssimo, enviado através do Arcanjo Gabriel em árabe para o Profeta Muhammad, em som, palavra e significado. O Alcorão (por vezes grafado incorretamente Corão), foi passado para os companheiros do Profeta, que cuidadosamente memorizaram letra por letra e o compilaram por escrito meticulosamente. O Sagrado Alcorão foi recitado continuamente pelos companheiros do Profeta e seus sucessores até os dias de hoje. Em poucas palavras podemos dizer que o Alcorão é o livro revelado das Divinas escrituras de Allah dirigido a toda humanidade como uma orientação e salvação para os homens.

Atualmente, o Alcorão é memorizado e ensinado por milhões de pessoas. A língua do Alcorão, o árabe, é uma língua viva falada por milhões de pessoas. Ao contrário das escrituras de outras religiões, o Alcorão é ainda lido na sua língua original por inúmeras pessoas. O Alcorão é um milagre vivo na língua árabe, e é conhecido por ser inigualável em seu estilo, forma, impacto espiritual, bem como o conhecimento científico único contido nele. O Alcorão foi revelado em uma série de revelações ao Profeta Muhammad em um período de 23 anos. Ao contrário de muitos outros livros religiosos, o Alcorão é a certeza de que é a Palavra exata de Allah. O Alcorão foi recitado em público na frente de comunidades muçulmanas e não-muçulmanas, durante a vida do Profeta Muhammad e também após sua morte. O Alcorão inteiro foi escrito durante a vida do Profeta e vários companheiros do Profeta memorizaram o Alcorão palavra por palavra conforme foi revelado.

Hierarquia do Artigo:
Artigos Variedades 7 Respostas sobre o Islam


Navegação de Artigos:

<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>
Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Página Inicial | Últimos Artigos | Crenças do Islã | A Outra Vida | Evidência do Islã | Religião Comparada | Perguntas e Respostas | Busca | Contato |
Centro Islâmico Brasileiro (c) 2009-2017. Todos os direitos reservados.
Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2017 by Nick Jones.
Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3
voltar ao topo