Bem-vindo ao Centro Islâmico Brasileiro - Últimos Artigos: Perguntas sobre a Outra Vida - Capítulo 36 , Ya Sin (Ya Sin) - Capítulo 3, Versículos 78-80: Crenças imperfeitas - Capítulo 2, Versículo 177: O versículo da virtude - Capítulo 2, Versículos 165 - 167: O maior pecado e como ser salvo - A Assembleia Diária do Profeta (parte 2 de 2) - A Assembleia Diária do Profeta (parte 1 de 2) - Capítulo 17, Al-Isra (A Viagem Noturna) (parte 2 de 2) - Capítulo 17, Al-Isra (A Viagem Noturna) (parte 1 de 2) - Capítulo 5, Al-Maidah (A Mesa Servida) (Parte 3 de 3) - Capítulo 5, Al-Maidah (A Mesa Servida) (Parte 2 de 3) - Capítulo 5, Al-Maidah (A Mesa Servida) (Parte 1 de 3) - Capítulo 4, An Nisa (As Mulheres) (parte 3 de 3) - Capítulo 4, An Nisa (As Mulheres) (parte 2 de 3) - Capítulo 4, An Nisa (As Mulheres) (parte 1 de 3) -
Este site tem por objetivo divulgar o Islam, seguindo a Ahlus Sunnah wal Jama'a (Seguidores da Sunnah e a Comunidade), o Islam em sua mais pura forma, o Islam que foi ensinado pelo nosso querido Profeta Muhammad (s.a.w.s) e seguido pelos seus Nobres Companheiros (Sahaba).


Ouça o Alcorão
Já está disponível em nosso
site o "Nobre Alcorão e seus
Significados em Português"
saiba mais



Leia o Alcorão
Agora além de poder ouvir a
bela recitação do Alcorão,
você também pode ler,...
saiba mais



Du'as - Súplicas
Aprenda como recitar de maneira correta os du'as (suplicas) em arabe saiba mais


Biblioteca Islâmica
"A teoria da evolução foi
tratada em capítulo à parte,
pelo fato de que constitui a
base de todas..." saiba mais



Assine nosso Jornal
Assine nosso Jornal Islâmico Online e receba no seu email as últimas atualizações do nosso site saiba mais



Perguntas e Respostas
Sinta-se à vontade para tirar todas suas dúvidas referente ao islam, alcorão, profeta mohammad, saiba mais



Civilização Islâmica
Dentro de poucos anos do crescimento do Islam no mundo, grandes civilizações floresceram saiba mais


Convertidos ao Islam

Nesta seção você conhecerá a história de pessoas que descobriram no Islam a Luz para as suas vidas. saiba mais

Que Ramadan é o seu?
Clique aqui para retornar às Categorias de Artigos

Porém, quão infelizes são os privados! Quão infelizes aos tentados que transformam o horário de sahur e o horário do pedido de perdão, o tempo da Presença Divina uma oportunidade para a diversão, observação dos canais, de olharem as coisas ilícitas. Quão infelizes são os servos!

Ramadan é o mês da piedade. Que Ramadan é o seu? Será que nos treinamos e nos acostumamos a abandonar as desobediências? Ramadan é a oportunidade para se abandonar os pecados. O significado supremo do jejum é reunir entre a piedade sensível e a virtual. Quem negligenciar uma o seu jejum não será completo. Por isso, Allah, Exaltado seja, diz: "Ó crentes, está-vos prescrito o jejum, tal como foi prescrito aos vossos antepassados, para que temais a Allah" (2:183). Este versículo confirma o dizer do Profeta (S): "Quem não se abster do falso testemunho e da sua prática, não precisa se abster da comida e da bebida." (compilado por Bukhári). Alguns antecessores disseram: "A parte mais fácil do jejum é abster-se da comida e da bebida."

Ó adeptos do jogo e da diversão, ó adeptos dos programas e dos concursos, o seu Profeta (S) disse: "O jejum verdadeiro não e a abstenção da comida e da bebida apenas, mas da abstenção das futilidades e das obscenidades" (compilado por Ibn Hibban). Este é o jejum. Se isto for realizado nele será um escudo contra as desobediências. O jejum que não o veda de olhar o ilícito, de ridicularizar e insultar, de se enfeitar e se rivalizar, de caluniar e de disse me disse, de difamar as honras não é jejum. Mas o verdadeiro jejum é abster-se das futilidades e das obscenidades. Se isto for realizado, será um escudo contra as desobediências e um escudo contra o Inferno. O Profeta (S) disse: "O jejum é escudo com o qual o servo se defende do Inferno." (compilado por Ahmad). Ele disse também: "O jejum é escuro. Quem for jejuar deve se abster das obscenidades, das imoralidades e das ignorâncias. Se alguém o insultar deve lhe dizer: 'Estou em jejum.'" (Bukhári e Musslim). Abu Huraira (R) relatou que o Profeta (S) disse: "Infeliz o jejuador que não sente com o seu jejum além da fome. Infeliz o praticante das orações noturnas que não aproveita de suas orações além da insônia." (Compilado por Ibn Mája).

O nobre companheiro, Jábir Ibn Abdullah (R) disse: "Quando você jejuar devem jejuar também a sua audição, a sua visão, a sua língua deve se abster da mentira e das coisas ilícitas. Não deve prejudicar ao vizinho. Deve permanecer em solenidade e paciência. Não devem o dia de jejum e o dia sem jejum serem iguais."

Alguns seduzidos clicam o controle remoto nas mulheres nuas. Durante uma só noite cada um deles perscruta o mundo, Oriente e Ocidente, corrompendo o seu jejum, olhando o ilícito, com diversão ilícita e cometendo o ilícito.

Digo para aqueles que foram caíram vítimas desses canais ou revistas, ou aos que perdem o seu tempo em coisas inúteis, porque não pensamos em trocar o mal pelo bem? Por que não tomamos banho com a água do arrependimento que nos orienta para nos livrarmos dos pecados? Por que não transformamos este nobre mês no início de abandonarmos todas as sujeiras, principalmente quando estamos preparados para as benesses?

Talvez seja, caros irmãos, o início do fim, se Deus quiser, de tudo que afasta de Allah e O irrita. Talvez seja o início da verdadeira partida para as coisas benéficas e para a satisfação do Senhor dos Céus e da Terra.


O Ramadan é o mês do arrependimento. Qual será o seu Ramadan? O Profeta (S) subiu ao púlpito e disse: "Amém, amém, amém." Foi-lhe perguntado: "Ó Rassulullah, subiste ao púlpito de disseste: 'Amém, amém, amém!' Respondeu: "O Anjo Gabriel (AS) veio ter comigo e disse: 'Quem presenciar o mês de Ramadan e não for perdoado irá para o Inferno. Diga: Amém.' Eu disse: Amém." (Compilado por Ibn Hibban).


Tenham cuidado: Ninguém será perdoado e ninguém será resgatado com dinheiro. Preparem-se. Mostrem a Allah o melhor de vocês. Com a seriedade se alcança a conquista, com a determinação ultrapassa-se o obstáculo. Fiquem sabendo que quem permanecer preguiçoso, fica desiludido e a sua derrota é certa.

Ó servo de Allah, é hora da seriedade se você for sério. Esta é a safra do arrependimento e de retorno. As dádivas de seu Senhor são oferecidas. Quando se arrependerão os que se excederam nos pecados e cometeram muitas desobediências, se não o fizer durante o mês de Ramadan? Quando retornará se não retornar no mês da misericórdia e da indulgência? Apressem o retorno a Allah, batem à Sua Porta, peçam muitos perdões, aproveitem o tempo dos lucros. Os dias da safra são contados. Os tempos dos méritos são testemunhados. O Ramadan possui tesouros valiosos que não devem ser perdidos com jogo e diversão e nas coisas fúteis. Vocês não sabem quando retornarão para Allah, se conseguem presenciar ou não outro Ramadan. O inteligente e racional é quem reflete por si, pensa nos seus defeitos, reforma-se antes de ser surpreendido pela morte e seus atos cessarão, transferindo-se para o purgatório, e então para o local de prestação de contas.

Que Allah torne o nosso jejum verdadeiro e aceito, que o torne fé e esperança, fé naquele que Ele possui e esperança na Sua recompensa.

Pedimos a Ele que nos permita jejuar durante o mês e consigam a recompensa, aufira a Noite do Decreto. Peço-Lhe que nos torne dos que o jejuem e pratiquem as orações noturnas com fé e esperança. Ó Allah, registre o nosso jejum na conta dos jejuadores e as nossas orações na conta dos praticantes das orações noturnas.

Em Allah está o sucesso e que a Sua paz e bênção estejam com o nosso Profeta Mohammad.


Sermão do Cheikh Mohammad Ibn Ibrahim Assabr. Resumido pelo Cheikh Zakariya.

Hierarquia do Artigo:
Artigos Ramadan Que Ramadan é o seu?


Navegação de Artigos:

<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>
Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Página Inicial | Últimos Artigos | Crenças do Islã | A Outra Vida | Evidência do Islã | Religião Comparada | Perguntas e Respostas | Busca | Contato |
Centro Islâmico Brasileiro (c) 2009-2018. Todos os direitos reservados.
Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2018 by Nick Jones.
Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3
voltar ao topo