Bem-vindo ao Centro Islâmico Brasileiro - Últimos Artigos: Uma perspectiva filosófica sobre a singularidade do Alcorão - Tema a Deus onde quer que esteja - Deus & os limites da imaginação humana - Capítulo 3, Aali-Imran (A Família de Imran) (parte 2 de 3) - Capítulo 3, Aali-Imran (A Família de Imran) (parte 1 de 3) - Capítulo 7, Al-A’raaf (Os Cimos) (parte 3 de 3) - Capítulo 6, Al-An’am (O Gado) (parte 3 de 3) - Capítulo 7, Al-A’raaf (Os Cimos) (parte 2 de 3) - Capítulo 7, Al-A’raaf (Os Cimos) (parte 1 de 3) - Capítulo 6, Al-An’am (O Gado) (parte 2 de 3) - Capítulo 6, Al-An’am (O Gado) (parte 1 de 3) - Muhammad & o último dos monoteístas - Sorriso, raiva e consciência plena no Islã (parte 3 de 3) - A cobiça vos entreterá - Confie em Deus e não desista -
Este site tem por objetivo divulgar o Islam, seguindo a Ahlus Sunnah wal Jama'a (Seguidores da Sunnah e a Comunidade), o Islam em sua mais pura forma, o Islam que foi ensinado pelo nosso querido Profeta Muhammad (s.a.w.s) e seguido pelos seus Nobres Companheiros (Sahaba).


Ouça o Alcorão
Já está disponível em nosso
site o "Nobre Alcorão e seus
Significados em Português"
saiba mais



Leia o Alcorão
Agora além de poder ouvir a
bela recitação do Alcorão,
você também pode ler,...
saiba mais



Du'as - Súplicas
Aprenda como recitar de maneira correta os du'as (suplicas) em arabe saiba mais


Biblioteca Islâmica
"A teoria da evolução foi
tratada em capítulo à parte,
pelo fato de que constitui a
base de todas..." saiba mais



Assine nosso Jornal
Assine nosso Jornal Islâmico Online e receba no seu email as últimas atualizações do nosso site saiba mais



Perguntas e Respostas
Sinta-se à vontade para tirar todas suas dúvidas referente ao islam, alcorão, profeta mohammad, saiba mais



Civilização Islâmica
Dentro de poucos anos do crescimento do Islam no mundo, grandes civilizações floresceram saiba mais


Convertidos ao Islam

Nesta seção você conhecerá a história de pessoas que descobriram no Islam a Luz para as suas vidas. saiba mais

Livro: As Relações Íntimas Na Visão Islâmica
Clique aqui para retornar às Categorias de Artigos


A MORAL E O SEXO


A moral, na opinião dos materialistas, tem interpretações estranhas que não se coadunam com o conhecimento das pessoas e com os ensinamentos religiosos e até com os sentimentos e os gostos naturais.

Não queremos falar aqui de moral do lado tradicional conhecido, mas do lado que está ligado ao sexo, tema desse livro.

Todas as tendências materialistas consideram o sexo um ato biológico, sem ter relação com a moral, da mesma forma que considera que a política não tem relação com a moral.

Drakaim diz:

Os moralistas consideram as obrigações do individuo para consigo mesmo como base moral. O mesmo no que diz respeito à religião. As pessoas acham que ele é fruto das concepções excitadas pelas grandes forças da natureza, ou por algumas pessoas escolhidas (os profetas). Mas é impossível a adoção desse método nos fenômenos sociais, a não ser que queiramos destorcer a natureza”.

Freud diz:

O homem não consegue se realizar sem se satisfazer sexualmente. Todo e qualquer restrição religiosa, moral, social ou tradicional é danosa, e destrói o potencial humano e é uma repressão ilegal.”

Desde o dia em que a Europa trocou a religião pela filosofia, separando a religião da vida, dando a César o que é de César e a Deus o que é de Deus, começou a deturpação do sentido moral perante as pessoas. Com a perda dos controles religiosos sobre a moral, o seu sentido ficou sujeito à varias interpretações e compreensões humanas.

Tudo isso gerou gradativa e espontaneamente um valor material para a moral, que a desproveu, paulatinamente, de suas evidencia originais. Esse foi, sem duvida, o resultado de sua separação da religião, o esforço natural que a renova e lhe fornece as dádivas beneficentes e os efeitos louváveis.

Mohamad Qutb diz:

A moral não é algo separado da realidade. Não são teorias independentes para serem discutidas em torres de marfim. Não possue regras alem das regras da vida real. É impossível que a depravação moral coexista com a retidão na vida real das pessoas. Há uma coisa, porém: a depravação moral significa depravação na realidade da vida porque são regras gerais tiradas da existência e da natureza humana.”

O resultado da liberação total dos instintos do sexo é a destruição moral, a eliminação das virtudes, o desmoronamento dos povos e das nações. Este é o objetivo do movimento sionista que age para arruinar todos os povos, menos o judaico, por intermédio do sexo.

Os Protocolos dos Sábios de Sião dizem:

Devemos agir no sentido de acabar com a moral em todos os lugares. Isso facilitará o nosso domínio. Freud é dos nossos e ele continuará a expor as relações sexuais até que não sobre na opinião dos jovens algo sagrado, e sua preocupação é satisfazer seus instintos sexuais, causando seu colapso sexual.”

E diz:

Reparai no êxito que soubemos criar para o Darvinismo, o Marxismo e o Nietzehismo. Pelo menos para nós, a influência deletéria dessas tendências deve ser evidente.”



A FILOSOFIA MORAL NO ISLAM



A filosofia moral no Islam é baseada na adaptação da conjugação de todos os instintos, e na organização das relações e comportamentos humanos de acordo com a concepção da crença islâmica e com a organização que emana dessa concepção.

É a estrutura que assenta todos os assuntos da vida social, econômicos e políticos, individuais e coletivos, de acordo com bases morais, para que a sua adoção e seus resultantes sejam morais.

O moralismo no método islâmico não é um sistema particular ou um conjunto de instruções e exemplos independentes do corpo desse método e suas partes. Mas são dádivas benéficas, alma gentil, proporcional e coesa em todas as partes do método islâmico.

Se a organização política no Islam se baseia em princípios morais, em primeiro lugar deve-se conjugar esses instintos de acordo com tais princípios, em conformidade com o moralismo em todos os atos do homem , ideológicos ou profissionais, econômicos ou sociais, políticos ou militares.

Quando o Islam impõe certas restrições morais ao instinto, o faz à luz de sua avaliação à natureza humana e à natureza de suas necessidades orgânicas e psicológicas, à natureza de suas necessidades espirituais e físicas, da mesma forma que faz em relação a seus outros instintos.

Aqui está o segredo da singularidade do método islâmico em relação aos outros métodos positivos, e da sua capacidade em organizar a vida humana acuradamente, garantindo-lhe sua hombridade, evitando-lhe as transgressões, os extremismos e as perversões.

Hierarquia do Artigo:
Artigos Sistemas no Islã Livro: As Relações Íntimas Na Visão Islâmica


Navegação de Artigos:

<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>
Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Página Inicial | Últimos Artigos | Crenças do Islã | A Outra Vida | Evidência do Islã | Religião Comparada | Perguntas e Respostas | Busca | Contato |
Centro Islâmico Brasileiro (c) 2009-2017. Todos os direitos reservados.
Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2017 by Nick Jones.
Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3
voltar ao topo