Bem-vindo ao Centro Islâmico Brasileiro - Últimos Artigos: A oração do Tarawih - Quando a pessoa em jejum deve quebrá-lo? - As coisas que invalidam o jejum - Algumas Sunnan (atos recomendáveis) sobre jejum - Capítulo 105, Al Fil (O Elefante) - Capítulo 97, Al-Qadr (A Noite do Poder) - Capítulo 96, Al-'Alaq (O coágulo) - Capítulo 94, Ash-Sharh (A Abertura) - Capítulo 104, Al-Humazah (O Difamador) - Capítulo 87 Versículos 9 - 19: Os afortunados ouvem o aviso - Capítulo 92, Al-Layl (A Noite) - Capítulo 85, Al-Buruj (As Grandes Constelações) - Capítulo 82, Al-Infitar (O fendimento) - Capítulo 80, Abasa (O Austero) - Capítulo 81, At-Takweer (O enrolamento) -
Este site tem por objetivo divulgar o Islam, seguindo a Ahlus Sunnah wal Jama'a (Seguidores da Sunnah e a Comunidade), o Islam em sua mais pura forma, o Islam que foi ensinado pelo nosso querido Profeta Muhammad (s.a.w.s) e seguido pelos seus Nobres Companheiros (Sahaba).


Ouça o Alcorão
Já está disponível em nosso
site o "Nobre Alcorão e seus
Significados em Português"
saiba mais



Leia o Alcorão
Agora além de poder ouvir a
bela recitação do Alcorão,
você também pode ler,...
saiba mais



Du'as - Súplicas
Aprenda como recitar de maneira correta os du'as (suplicas) em arabe saiba mais


Biblioteca Islâmica
"A teoria da evolução foi
tratada em capítulo à parte,
pelo fato de que constitui a
base de todas..." saiba mais



Assine nosso Jornal
Assine nosso Jornal Islâmico Online e receba no seu email as últimas atualizações do nosso site saiba mais



Perguntas e Respostas
Sinta-se à vontade para tirar todas suas dúvidas referente ao islam, alcorão, profeta mohammad, saiba mais



Civilização Islâmica
Dentro de poucos anos do crescimento do Islam no mundo, grandes civilizações floresceram saiba mais


Convertidos ao Islam

Nesta seção você conhecerá a história de pessoas que descobriram no Islam a Luz para as suas vidas. saiba mais

Capítulo 29, Al-Ankabut (A aranha)
Clique aqui para retornar às Categorias de Artigos

Descrição: Os crentes serão testados e Deus revisita as punições dispensadas às nações anteriores.

Por Aisha Stacey (© 2018 IslamReligion.com)

 

Introdução

https://buildingcue.it/wp-content/uploads/2015/11/spider-web-fiber-natural-close-up-engineering1.jpgEste capítulo de 69 versículos foi revelado em Meca e, como todos os capítulos de Meca, discute a crença, os fundamentos da fé e a unicidade de Deus.  A aranha, como é chamado, leva o nome da descrição das habilidades de construção da casa da aranha no versículo 41.  Acredita-se que este capítulo foi revelado para fortalecer e encorajar os novos muçulmanos que estavam, na época, sofrendo severos abusos e opressões.  Uma ligação clara é estabelecida entre todas as mensagens e a mensagem do Profeta Muhammad, que a misericórdia e as bênçãos de Deus estejam sobre ele.

Versículos 1 - 13 A crença dita o comportamento

O capítulo começa com três letras árabes separadas.  Alif, Lam, Meem.  Essas letras estão entre as várias combinações de quatorze letras que abrem vinte e nove capítulos do Alcorão.   Deus não revelou nenhum significado específico ligado a elas.   O capítulo informa imediatamente aos crentes que a fé deles será testada.  As pessoas que vieram antes deles foram testadas e é assim que Deus separa os mentirosos daqueles que são verdadeiros.  Não é suficiente reivindicar crença; crença impõe certos deveres.  Os malfeitores não escaparão, porque Deus sabe tudo.  Aqueles que creem e se comportam de maneira justa o fazem em benefício próprio.   Deus não precisa que uma pessoa se comporte bem; Ele está livre de todas as necessidades.  As más ações dos verdadeiros crentes serão apagadas e eles serão recompensadas.

Deus exige que o crente seja bom para seus pais.   No entanto, não os obedeça se eles tentarem fazer com que você adore algo diferente de Deus.  Lembre-se de que você retornará a Deus e somente aqueles com verdadeira fé estarão entre os justos.  Há pessoas que hesitam em sua crença sempre que se deparam com dificuldades; mas quando estão em uma posição de facilidade, fazem afirmações arrogantes sobre sua crença.  Sua fé é facilmente abalada e Deus está bem ciente de quem realmente crê e quem é um hipócrita.  Os descrentes encorajam a descrença.

Versículos 14-27 Noé e Abraão

Noé propagou sua mensagem entre seu povo por quase mil anos, mas eles ainda estavam fazendo o mal quando o dilúvio os alcançou.  Os salvos na arca são um sinal para todos que vieram depois deles.  Abraão tentou advertir seu povo contra a adoração de ídolos e disse-lhes para buscar sua provisão de Deus.  Ele os advertiu com histórias de seu próprio passado e com argumentos lógicos sobre o poder e a misericórdia de Deus.   A única resposta deles foi pedir a morte de Abraão.

Abraão saiu do fogo destinado a matá-lo e pediu-lhes que rejeitassem seus ídolos, avisando-os de que o fogo seria sua eterna morada.  Lot testemunhou este evento e depois reafirmou sua fé.  Abraão foi pai de uma longa linhagem de profetas, começando com seu filho Isaque e seu neto Jacó.  As recompensas de Abraão começaram neste mundo e no outro ele estará entre os justos.

Versículos 28 - 35 A história de Lot

Lot tentou aconselhar seu povo pedindo-lhes que parassem com suas práticas imorais, seus atos de assalto à rodovia e corrupção.  Eles mal responderam, exceto dizendo a Lot para trazer a punição.  Lot orou a Deus pedindo ajuda.  Quando os anjos trouxeram a notícia de um filho para Abraão, eles também lhe disseram que foram encarregados ​​de destruir a cidade em que Lot morava.  Abraão temia por seu primo e os anjos disseram que planejavam salvar Lot e os membros de sua casa.

Quando os anjos, na forma de convidados, visitaram Lot, ele estava ansioso porque não podia fazer nada para protegê-los das pessoas indisciplinadas e perversas da cidade.  Os anjos estavam conscientes da dor de Lot.  Eles revelaram sua identidade e lhe disseram por que tinham vindo e que ele e sua família estariam a salvo do tormento de Deus.  Sua esposa, no entanto, não estaria entre os salvos.  As ruínas da cidade foram deixadas para que as pessoas que refletem possam entender.

Versículos 36 - 40 Shuaib e Moisés

Shuaib foi negado por seu povo; o povo de Midiã.  Deus, portanto, enviou um terremoto que os atingiu de noite.  Os povos de Ad e Thamud também foram destruídos.  Satanás usou sua arrogância e fez com que seus feitos parecessem justos e, assim, desviou-os do caminho certo.  Eles eram capazes de ver através de seus truques.  Moisés foi até o Faraó e Hamã com sinais claros e inegáveis, mas eles também eram arrogantes e se recusaram a acreditar.  Não puderam, contudo, superar o castigo de Deus.  Deus não foi injusto; eles foram injustos consigo mesmos.

Versículos 41-59 Deus é Onisciente

Aqueles que buscam proteção contra algo diferente de Deus são como as aranhas que acham que estão seguras em suas frágeis teias.  Deus sabe o que eles invocam além Dele e, mesmo quando recebem exemplos, não conseguem entender.  Estas parábolas são para os sábios, e para os crentes são um sinal.  É dito ao profeta Muhammad que recite do Alcorão e estabeleça a oração, porque a lembrança de Deus afasta as pessoas de atos vergonhosos e errados.  Apenas argumente com o Povo do Livro de uma maneira boa, explique que seu Deus e o Deus deles são um e o mesmo.  Muitos dos que receberam as escrituras acreditam no Alcorão; apenas os desafiadores se recusam.  Ó Muhammad, você não consegue ler ou escrever, mas recebeu esta revelação e só isso deve satisfazer os descrentes.

Deus sabe tudo nos céus e na terra e aqueles que não acreditam serão os perdedores.  O tempo da punição já está definido.  Se esse não fosse o caso, já teria chegado a eles.  Será repentino porque o inferno já os cercou.  A terra de Deus é espaçosa, então, se necessário, migre para onde possa adorá-Lo.  Todos morrem e retornam para Deus.  Aqueles que acreditaram e fizeram boas obras viverão em moradas magníficas em jardins sob os quais os rios fluem.

Versículos 60-69 Os sinais que tornam as coisas claras

Se você perguntar aos descrentes quem criou os céus e a terra, ou quem envia a chuva, eles responderão: Deus.   Por que então continuam a negar os sinais? Por que não usam o senso comum? Esta vida nada mais é do que diversão, diversão por um curto período de tempo.  É a Outra Vida que é a vida real.  Quando em apuros, invocam a Deus, mas quando Ele os salva, esquecem que devem ser gratos e começam a agradecer a outros pelo resgate.  Deixe-os negar os favores de Deus e se divertir porque perceberão.  Não há ninguém mais perverso do que uma pessoa que mente a respeito de Deus ou nega a verdade depois de ter sido esclarecida.  O inferno será a sua morada, no entanto, aqueles que se esforçam estarão com Deus.

 

https://www.islamreligion.com/pt/articles/11230/capitulo-29-al-ankabut-aranha/

Hierarquia do Artigo:
Artigos O Alcorão Sagrado Capítulo 29, Al-Ankabut (A aranha)


Navegação de Artigos:

<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>
Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Página Inicial | Últimos Artigos | Crenças do Islã | A Outra Vida | Evidência do Islã | Religião Comparada | Perguntas e Respostas | Busca | Contato |
Centro Islâmico Brasileiro (c) 2009-2019. Todos os direitos reservados.
Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2019 by Nick Jones.
Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3
voltar ao topo