Bem-vindo ao Centro Islâmico Brasileiro - Últimos Artigos: Uma perspectiva filosófica sobre a singularidade do Alcorão - Tema a Deus onde quer que esteja - Deus & os limites da imaginação humana - Capítulo 3, Aali-Imran (A Família de Imran) (parte 2 de 3) - Capítulo 3, Aali-Imran (A Família de Imran) (parte 1 de 3) - Capítulo 7, Al-A’raaf (Os Cimos) (parte 3 de 3) - Capítulo 6, Al-An’am (O Gado) (parte 3 de 3) - Capítulo 7, Al-A’raaf (Os Cimos) (parte 2 de 3) - Capítulo 7, Al-A’raaf (Os Cimos) (parte 1 de 3) - Capítulo 6, Al-An’am (O Gado) (parte 2 de 3) - Capítulo 6, Al-An’am (O Gado) (parte 1 de 3) - Muhammad & o último dos monoteístas - Sorriso, raiva e consciência plena no Islã (parte 3 de 3) - A cobiça vos entreterá - Confie em Deus e não desista -
Este site tem por objetivo divulgar o Islam, seguindo a Ahlus Sunnah wal Jama'a (Seguidores da Sunnah e a Comunidade), o Islam em sua mais pura forma, o Islam que foi ensinado pelo nosso querido Profeta Muhammad (s.a.w.s) e seguido pelos seus Nobres Companheiros (Sahaba).


Ouça o Alcorão
Já está disponível em nosso
site o "Nobre Alcorão e seus
Significados em Português"
saiba mais



Leia o Alcorão
Agora além de poder ouvir a
bela recitação do Alcorão,
você também pode ler,...
saiba mais



Du'as - Súplicas
Aprenda como recitar de maneira correta os du'as (suplicas) em arabe saiba mais


Biblioteca Islâmica
"A teoria da evolução foi
tratada em capítulo à parte,
pelo fato de que constitui a
base de todas..." saiba mais



Assine nosso Jornal
Assine nosso Jornal Islâmico Online e receba no seu email as últimas atualizações do nosso site saiba mais



Perguntas e Respostas
Sinta-se à vontade para tirar todas suas dúvidas referente ao islam, alcorão, profeta mohammad, saiba mais



Civilização Islâmica
Dentro de poucos anos do crescimento do Islam no mundo, grandes civilizações floresceram saiba mais


Convertidos ao Islam

Nesta seção você conhecerá a história de pessoas que descobriram no Islam a Luz para as suas vidas. saiba mais

Oum Abdulaziz, Ex-Cristã, EUA (parte 3 de 4)
Clique aqui para retornar às Categorias de Artigos
Descrição: A leitura detalhada da Bíblia cristã revelou “uma visão de segunda geração de Jesus Cristo.”
Por Oum Abdulaziz
Publicado em 17 Dec 2012 - Última modificação em 17 Dec 2012
Visualizado: 2305 (média diária: 2) - Classificação: nenhum ainda - Classificado por: 0
Impresso: 34 - Enviado por email: 0 - Comentado em: 0

Categoria: Artigos > Histórias de Novos Muçulmanos > Mulheres

Finalmente, em minha investigação, também ficou claro que devia me perguntar sobre a história e confiabilidade da Bíblia.  Comecei a pesquisar não apenas a mensagem da Bíblia, mas também perguntei a mim mesma “o que é a Bíblia?”  A maioria dos cristãos responderá que “a Bíblia é a Palavra de Deus.” Naturalmente, precisava justificar minha fé nessa escritura sendo “a Palavra de Deus.” Para mostrar que a Bíblia é a “Palavra de Deus” é necessário mostrar que as palavras de Deus foram ditadas ao homem para serem escritas por mãos humanas, e que o livro conhecido hoje como a Bíblia é um conglomerado dessas palavras de Deus. Descobri que muitos cristãos, incluindo eu, acreditavam que a Bíblia é a “Palavra de Deus” porque tem sido tradicionalmente aceita como tal.  Então, tive que perguntar: “Quando essa tradição começou?” A própria Bíblia diz: “Examinai tudo. Retende o bem.”

(1 Tessalonicenses 5:21) O próprio Jesus alerta contra seguir o que é feito pelo homem, ao invés do que é dado por Deus quando cita do profeta Isaías: “Deus diz: mas em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homens.”

(Mateus 15:9)

Comecei a examinar os homens cujas mãos escreveram essas “Palavras de Deus.” Em muitos casos, a autoria dos livros da Bíblia não é conhecida de forma definitiva. Refiro-me especialmente a todos os livros do Velho Testamento e alguns dos livros do Novo Testamento, incluindo os Evangelhos, Hebreus, as cartas de João e Apocalipse. Quando a autoria é desconhecida ou duvidosa, torna-se impossível julgar a integridade do autor ou do livro como sendo de revelação divina.  A maioria dos estudiosos acredita que todo o Velho Testamento tenha sido reescrito depois que o rei Nabucodonosor da Babilônia conquistou e queimou Jerusalém.

Segundo, ao ler a Bíblia encontram-se muitos erros e contradições.  [Para alguns exemplos ver versos: João 1:29 e Mateus 11:3; Mateus 21:2-7 e Marcos 11:2-7; Mateus 27:28 e Marcos 15:17; Mateus 27:55, Lucas 23:49 e João 19:25; Marcos 15:32 e Lucas 23:39-43; Atos 9:7 e Atos 22:9; Mateus 10:2-5 e Lucas 6:13-16; João 20:9 e Lucas 24:6-7; Marcos 2:25-26 e 1 Samuel 21: 1-6; João 3:13 e 2 Reis 2:11-12 e Hebreus 11:5; João 5:31 e João 8:14; Mateus 27:5 e Atos 1:18; Mateus 1:2-16 e Lucas 3:23-38; e Samuel 24:1 e 1 Crônicas 21:1; 1 Reis 7:26 e 2 Crônicas 4:5, para 100% de plágio ver 2 Reis 19 e Isaías 37.] As “Palavras” de Deus podem ter erro?  Certamente não! Uma revelação verdadeira de Deus é livre de todo erro.  Erros só podem indicar manipulações feitas pelo homem. Na Bíblia encontra-se os profetas de Deus degradados por atos de idolatria, incesto, assassinato, adultério, etc. [2 Samuel 11:2-27, Isaías 20:2-3, Gênesis 19:30-38, 1 Reis 11, Juízes 16:1, Gênesis 32:25-30, Ezequiel 4]  Não é mais provável que Deus tenha escolhido homens de caráter excepcional para transmitir Suas mensagens?

Terceiro, uma vez que muitos cristãos afirmam que sua crença é baseada nas supostas palavras do próprio Jesus, que a paz esteja sobre ele, é importante notar que os evangelhos sinóticos não foram escritos por testemunhas oculares dos eventos que descrevem, mas retratam “uma visão de segunda geração de Jesus Cristo” (comentário da Bíblia cristã).  Também não existe registro dos ditos de Jesus (que a paz esteja sobre ele) em seu idioma original, a língua que Jesus (que a paz esteja sobre ele) falava.

Quarto, sobre as epístolas do Novo Testamento tive que me perguntar: o que torna a biografia de um homem contada por outro homem ou as cartas de um pastor para suas congregações as “Palavras de Deus”?  Pode-se responder que escreveram inspirados pelo Espírito Santo, mas quando lemos no Novo Testamento que muitos dos apóstolos ficavam cheios do Espírito Santo e então pregavam.  Isso torna todas as palavras que pregaram “Palavras de Deus”?  Quando um pastor hoje está cheio do Espírito Santo e escreve cartas para sua congregação, suas cartas devem ser consideradas as “Palavras de Deus?”

Quanto mais aprendia sobre a Bíblia, mais sabia que não podia considerá-la a Palavra inalterada de Deus. Ainda assim, o Islã indiretamente afirmava que o que tinha sido mudado na Bíblia era menos do que o que não havia sido mudado.  O Alcorão lança descrédito sobre o “Povo do Livro”, os judeus e cristãos, por não seguirem e mudarem os significados de suas escrituras.  Tornou-se razoável e apropriado perguntar se a escritura muçulmana era melhor. Examinei o Alcorão Sagrado da mesma forma que examinei a Bíblia.

http://www.islamreligion.com/pt/articles/604/oum-abdulaziz-ex-crista-eua-parte-3-de-4/

Hierarquia do Artigo:
Artigos Histórias de Novos Muçulmanos Oum Abdulaziz, Ex-Cristã, EUA (parte 3 de 4)


Navegação de Artigos:

<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>
Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Página Inicial | Últimos Artigos | Crenças do Islã | A Outra Vida | Evidência do Islã | Religião Comparada | Perguntas e Respostas | Busca | Contato |
Centro Islâmico Brasileiro (c) 2009-2017. Todos os direitos reservados.
Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2017 by Nick Jones.
Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3
voltar ao topo